Twitter Facebook YouTube Instagram Conexão Sindical

CUT NACIONAL > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > COMITÊ SINDICAL E POPULAR ENTREGA PLATAFORMA DA CLASSE TRABALHADORA PARA TARSO GENRO

Comitê Sindical e Popular entrega plataforma da classe trabalhadora para Tarso Genro

27/08/2014

De acordo como o presidente da CUT-RS, objetivo do Comitê é levar os dados reais do governo estadual, ignorados pela mídia, para o maior número de pessoas

Escrito por: Renata Machado/CUT-RS

Com o salão da Igreja Pompéia lotado de trabalhadores, sindicalistas e líderes sociais, o candidato à reeleição estadual, Tarso Genro, recebeu a plataforma da classe trabalhadora na noite desta terça-feira, 26, durante a plenária de mobilização do Comitê Sindical e Popular.

Dispensando o palco, Tarso lembrou sua carreira como advogado trabalhista e como conheceu muitos dos sindicalistas que estavam na atividade. “Sempre fui advogado de sindicatos de trabalhadores, recordo de muito dissídio coletivo que acompanhei. Os direitos que a classe trabalhadora tem hoje foram conquistados porque lutamos e enfrentamos os patrões”, disse.

Revolução democrática

Tarso afirmou que passamos por uma revolução democrática e por isso, há um grande empenho de diversos setores da sociedade para acabar com os avanços dos governos Lula e Dilma.

“Antes do Lula, a Constituição era como uma grande mesa, onde todos podiam sentar, mas os trabalhadores e os pobres tinham um banquinho muito baixo e não conseguiam nem enxergam o que havia na mesa, apenas os ricos metiam a mão. Agora, com a revolução democrática, a posição mudou e todos sentam lado a lado, todos tem acesso ao que está na mesa”, explicou ele.

“Por isso, é importante ter claro que esse projeto de desenvolvimento não pode retroceder”, finalizou Tarso.

Ao entregar a plataforma da classe trabalhadora, o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo, falou a Tarso sobre o calendário de mobilização do Comitê Sindical e Popular, que fará encontros nos principais municípios gaúchos.

O dirigente declarou que o objetivo do Comitê é levar os dados reais do governo estadual, ignorados pela mídia, para o maior número de pessoas. “Temos o compromisso de reeleger esse projeto que possibilita avanços para a classe trabalhadora. Não queremos retroceder e apanhar da polícia, como acontecia no governo Yeda”, recordou Nespolo.

Rio Grande do Sul não está em crise

O economista da Fundação de Economia e Estatística (FEE) e professor da Unisinos, Róber Iturriet Ávila, apresentou o painel “Elementos para a avaliação do período 2011-2014”. De acordo com ele, há uma tese difundida pelos grandes meios de comunicação e pela direita, que o Rio Grande do Sul está em crise.

“Os números oficiais não confirmam isso, pois o governo aumentou o investimento em saúde, segurança, educação… Porém, os setores que afirmam que há crise, defendem o estado mínimo e a diminuição de investimentos em áreas essenciais para a sociedade”, declarou Ávila.

O professor apresentou os índices do crescimento e destacou a manutenção e valorização do Salário Mínimo Regional, o polo naval de Rio Grande, incentivos para a indústria e os reajustes salariais como indutores do desenvolvimento e contribuidores para a realidade gaúcha.

Reforma Política

Representantes de inúmeros sindicatos e de movimentos sociais estavam presentes na plenária. A necessidade de uma ampla Reforma Política para uma representação efetiva dos trabalhadores no Congresso e como base para ocorrer outras reformas estruturais foi defendida nas manifestações dos participantes.

No início do encontro, o Plebiscito Popular pela Constituinte Exclusiva, que começa no próximo dia 1º, foi o tema da conversa. O presidente da CUT-RS, garantiu que o Comitê do Plebiscito e as entidades envolvidas darão todo o suporte necessário para a votação.

“O Congresso Federal não faz a Reforma Política, pois vai legislar contra si mesmo. Por isso, essa mudança tem que vir de baixo para cima. Somos nós, os trabalhadores, que vamos legitimar essa pauta”, acredita.

Rio Grande e Passo Fundo realizarão a plenária de mobilização do Comitê Sindical e Popular nesta quarta-feira, 27.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • Orkut
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
#15CongressoCUT - Dia 28/08 - Mesas de debates Internacionais
#15CongressoCUT - Dia 28/08 - Mesas de debates Internacionais

Debates aconteceram durante a 15º Plenária - Congresso Extraordinário e Exclusivo

RÁDIO CUT

Copyright © CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócios | 24.062.754 - Representados
Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310